Cinco Coisas Que Todas As Blogueiras Principiante Precisa Saber


Passa Automóvel Por Cima?


Criar um web site de graça Blogspot é muito acessível. O Blogspot já vem pré configurado e em poucos passos você se torna um blogueiro. Eu preparei um post ilustrado com imagem pra facilitar a sua entendimento. Uma análise: alguns sites chamam o blogspot de Blogger. Depois de acessar o blogspot, é hora de criar o site. Selecione ” construir novo blog”, logo no início do painel. Vai apresentar-se uma tela onde você tem que elaborar o título do web site e o endereço.


Após montar estes dados, você pode configurar o paradigma e layout do seu novo web site. Veja alguns exemplos pela imagem abaixo. Lembrando que o blogspot oferece vários modelos e layouts que não estão neste local. Depois da escolha do padrão que mais combina contigo, clique em criar website. E está fabricado teu site, simples não é mesmo? Pra montar teu primeiro artigo clique no ícone da caneta laranja ou em ”postagem”, você será levado pra página de construção de texto e de imagens. E podes escrever o que quiser.


Os pedidos minguaram e as máquinas pararam, este é o desalegre espetáculo, no palco do circo dos horrores, que foi plantado nestes 13 anos de incompetência administrativa e corrupção periférica do lulopetismo. O que será dos pobres mortais, que prontamente não estão conseguindo honrar os mais básicos compromissos pessoais? Que Deus encontre por nosso sofrido nação.


Em reunião convocada pelo Planalto no início do ano com líderes empresariais, ministros e outros, foi inserido o aceite a sugestões no sentido de substituir e evitar a recriação da famigerada CPMF. As denúncias dos malfeitos praticados por poderosos da vida brasileira pouco indignam. Aqueles que deveriam gerir a nação, comumente chamados no Primeiro Universo de inteligentes, se acovardam e se calam de forma criminosa.


Seria esse silêncio uma confissão do mea-responsabilidade pelas pedras atiradas nos governos passados no momento em que tínhamos lei, ordem, serviço e progresso individual/familiar, no entanto que hoje posam de indignados, no momento em que eles mesmos foram os maiores dignitários do prazeroso viver sem esforço? Irreal desconsiderar os malfeitos praticados por diversos desses personagens nos anos 60/setenta que transformaram o país nesta terra arrasada, nojenta, cínica, hipócrita. Pagamos o preço da imprudência dessa gente e o atual quadro não deveria surpreender. Sentem humilhação de nossa rica história. Povo de minoria culta e pensante, sabedor de sua impotência diante a ocorrência e diante de uma maioria que reflete a ignorância, a esperteza, que optou pela permanência dos planos assistenciais, nos levaram a isso. Sou do tempo que se falava que “o Brasil acaba com a saúva, ou a saúva acaba com o Brasil”.


Felizmente, criamos a Embrapa, dominamos a saúva e, sob todos os estilos, sobressaímos pela agropecuária. Hoje o entrave brasileiro é administrativo e político. Parafraseando, queremos manifestar que “ou apeamos um estabelecido partido político do poder ou o tal partido político acaba com o Brasil”. Está em nossas mãos, da gente, eleitores, e de forma democrática, virar o jogo. Quem domina em vista disso o Brasil aposta pela educação para deslanchar honestamente e, com idêntico oportunidade a todos, adentrarmos no seleto grupo do Primeiro Universo, como é o sonho da maioria dos brasileiros. “Devagar se chega longe”, diz o ditado velho. Este, no entanto, não serve para o governo federal comandado pelo PT desde janeiro de 2003. Mais apropriado seria “devagar se vai a território nenhum”. Em razão de estamos assistindo desde o começo do governo Dilma a um amontoado de pessoas dando cabeçadas, perdidas em relação a tudo o que as cerca no campo social, moral, político, jurídico e, principalmente, pela economia.

  • Capítulo 180
  • Se quer criar um web site pro teu negócio usual
  • Densidade das expressões chaves
  • Limpar a fuligem de chaminés
  • 161 Tu apagou o CAISM "Dr. David Capistrano da Costa Filho" da Água Funda
  • Dizer vitória ou fracasso

Assemelha-se ao tempo nefasto de Sarney e de Collor, com a desvantagem de que mesmo naqueles governos houve pelo menos tentativas de acerto e melhoria em diversos campos, uma questão que não ocorre por esse inerte governo de Dilma. Diante do atual assunto do Povo, Dilma Rousseff declara: “Se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, estou pronta! Digam ao povo que eu saio”. A presidente Dilma Rousseff fez a tua defesa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e acusou: o PSDB faz “uso político” pela Justiça.


Se houvesse oposição, é o mínimo que necessitam fazer. Uma obrigação do político. Supremo Tribunal Federal (STF). Não perdem a vergonha mesmo! Antes que Delcídio Amaral abrisse a boca, eis que surge de novo o Supremo Tribunal Federal (STF) pra salvar a presidente Dilma Rousseff, soltando o senador, mesmo tendo ele sido pego em flagrante crime.


De imediato a tinha ajudado antes, ao modificar todo o rito do impeachment no Congresso. É ou não é um Estado bolivariano, onde tudo está sob moderação pelo governo, inclusive a mais alta Corte do Povo? E ainda chamam isto de democracia. Visto que mandaram soltar (bem como) o senador Delcídio do Amaral, por que não libertam logo todo mundo e acabam com a Justiça? Finalmente, chegou mesmo o fim! Não desejamos desabar nesta artimanha formada de modo suspeita num instante de vasto desgaste para o PT, muito “coincidentemente”. A coisa está feia pro PT. A única justificativa que sobrou é sobressair que o PSDB também rouba.


A “oposição” aposta no desgaste de Lula. Foi o que fizeram pela época do mensalão, e vejam o que ocorreu. Com uma oposição dessa, fica “melzinho na chupeta” ser governo. É claro que precisa existir um prazeroso fundamento! Domina de nada, inocente! Organizações investigadas no cartel do metrô bancaram 56% da última campanha de Alckmin. As empreiteiras envolvidas na Operação Lava Jato doaram pra todos os partidos com quantias maiores para o PT e PSDB. Há alguma explicação plausível pra que só doações ao PT sejam investigadas?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *